sábado, 21 de agosto de 2010

14!




Um estouro, um susto.

Um grito de dor que se ouve.

A lágrima que escorre.

A tristeza que se faz gigante

Diante de um alguém que não teve culpa de nada.


O sangue escorre pelo chão.

O corpo ali estendido

O humano que não é mais vivo

Que tentou viver mais um dia no mundo

Mas que a alma se foi

Pra um lugar que não sabemos.


Os olhos que se fecham nunca mais vão se abrir.

E os outros que estão abertos

Testemunhando o ser sem vida

Tentam entender ao olhar para outros olhos

O porquê disso.


A matéria sem vida é levada.

Para ser preparada

Pra estar em uma cova

Para os outros vivos dizerem o ultimo adeus

E lembrarem algo bom

Daquele que se foi

Sem ter a chance de viver o resto de um ano marcado.


5 comentários:

Jυℓyαnα ツ disse...

É triste quando algo assim acontece...
Mais seu texto ficou muito belo...
Parabéns!




;*

HSLO disse...

o texto é envolvente, triste, porém é belo.

abraços

Lívia Inácio disse...

Nossa! O.O

Luiza Maciel Nogueira disse...

o luto daquile que partiu tem regresso vivo nas lembranças que permanecem

bjs

' Jαdє Amσrιm disse...

Nossa, que coisa mais triste, aconteceu mesmo? alguém morreu?
Obrigada pelo comentário, será sempre bem-vindo!

Beeijos!

Total de visualizações de página

Parcerias (ponhas a sua aqui também)





Image and video hosting by TinyPic
" />

Contato

Orkut
Twitter
Facebook
YouTube

My Tumblr

Ocorreu um erro neste gadget