sábado, 26 de dezembro de 2009

40#


“Meu corpo não diz nada.
Muito menos minha alma descompassada de dor.
E minha cabeça cheia de problemas?
Também não resolve essas coisas.
As horas e os dias são poucas para mim, homem feito e desnaturado.
A angustia e o medo me envolvem em seu manto negro, deixando-me sem sentido pra viver.
Eu não sei o que fazer, para ter um sorriso, uma vida inteira sem maldades e cheia de coisas boas em meu coração.
Uma simples felicidade instantânea bastava, para que minha vida fosse um pouco melhor.”

domingo, 13 de dezembro de 2009

Meu Mengão Campeão




O domingo do dia 06 de dezembro de 2009, foi um domingo para nunca mais ser esquecido. Foi um domingo daqueles bem diferentes que de quando em quando acontece. Mas ‘Q’ de diferente, foi a vitória do meu Mengão, campeão brasileiro de futebol.
Lembro-me que nesse dia, estava na minha avó Dolores. Passei a noite anterior por lar, como de costume. Acordei por volta de 10h30min da manhã. Logo lembrei que nesse dia era o jogo decisivo para o Mengão. Fiquei ansioso pelo momento que marcaria na história meu time do coração, pois nunca havia visto meu time ser campeão. Sei que ele ganhou em 1992', mas eu tinha apenas 1 ano de idade, e que nesse domingo, ver meu Mengão campeão, seria lindo.
Esse domingo pareceu ser bem lento, pois havia passado em minha casa e voltei a minha avó, e ainda eram 12h40min. Mesmo eu lendo e escrevendo, que são meus hobby’s prediletos, ainda não passavam das 13h22min. Fiquei meio nervoso, aflito para que as horas logo passassem.
De repente, lembro que um Derick , meu amigo também flamenguista, havia me ligado para assistir o jogo em sua casa. Ele ligou por volta das 14h44min e perguntou se eu iria ou não, e eu logo disse que já iria para ver o jogo em sua casa. Depois de alguns poucos minutos, eu já estava na parada de ônibus, que por sinal, demorou um bocado, e pior, já faltavam quase 30min para o inicio do jogo. Mas logo peguei-o e me mandei para sua casa. Chegando lá, ele e seu primo Eduardo, estavam na sala, e a tv já estava iniciando a transmissão do jogo. E eu fiquei logo nervoso. O flamengo atacava, e eu me desesperava, dizendo, “faz logo esse gol p...”. foi uma loucura. E nos momentos em que o adversário atacava, eu praticamente berrava, “tira essa bola c...”. mas a situação ficou bem critica, quando o time adversário havia feito o primeiro gol num lance de escanteio, onde a zaga havia parado, e um dos jogadores do outro time deu um toque sensacional, deixando o goleirão do meu Mengão estático. Depois, senti um nervoso a cada lance perdido do Mengão, e a cada gol que o adversário na briga pelo título estava fazendo.
Depois de tanta persistência e lances perdidos, enfim o Mengão faz o primeiro gol, numa bola que ficou de sobra para o camisa 40 (David). Foi uma vibração só. Eu, o Derick e o Eduardo explodimos de tanta felicidade com aquele gol. sensacional. E o Mengão continuava na pressão, só que ainda ficava devendo em manter a zaga fechada, por onde muitas vezes apareceram ‘buracos’, abrindo passagem para os atacantes do time adversário e nos contra-ataques, onde o Mengão tocava mal a boa, sem dar uma continuação satisfatória. Fim de primeiro tempo; o Derick vai tomar um banho enquanto eu e Eduardo fomos comprar refrigerante e bolachas. Na volta, logo pegamos o jogo no comecinho. Abrimos a coca-cola e o saco de bolachas salgadas e comemos enquanto assistíamos o jogo. Nos estavamos nervosos a cada lance que o Mengão. E quando o time adversário tinha a posse de bola, ficávamos desesperados, pois o Mengão sempre chegava perto do gol e em alguns lances, deixava a bola cair nos pés do adversário. Mas eis que de repente, surge um escanteio depois de um lance que o camisa 10 (Adriano) fez na pequena área. E dai sugue um mescanteio. fico muito nervoso, apoiando o time. o camisa 43(Pet)bate.A boa voa, decola, até chegar na cabeça do homem do jogo: o camisa 4(R. Angelim). Foi inexplicavelmente lindo. Nos três vibramos mais ainda, com o gol que daria o título brasileiro ao Mengão.
Mas a partir daí, foram alguns momentos de angustia total. Queríamos que o tempo corresse nas posses de bola do time adversário. E ainda por cima os atacantes do Mengão perdiam gols incríveis. E pra dar um susto maior ainda, houve uma falta para o time adversário. O jogador cruzou, o goleiro do Mengão foi nela mas não achou nada. E na hora crucial, onde aparecia um jogador do outro time pra matar o lance, a bola vai pra fora. Nesse momento, o Derick comemora o lance mal sucedido do time adversário, como se fosse um gol. E eu fiquei muito aliviado depois dessa. (Haja Coração)
Durante os 38min em diante, eu pedia a DEUS pra dar forças ao Mengão, para que ele resistisse bravamente e fosse campeão logo. E meu pedido foi ouvido. O Mengão resistiu bem e foi até o fim com o placar de 2x1. Na hora do apito final, eu e o Dercik não nos contemos de tanta emoção: ver Flamengo, time do nosso coração, ganhando um título nacional que a 17 anos não vinha. Foi maravilhosamente lindo. Foi um espetáculo a parte. E depois de o Mengão ter ganhado o título, ele ligou para um amifo, só pra sacanear. Ele berrou muito dizendo, ‘chupa c...o Mengão e campeão p...”, foi bem louco.
Depois, eu e o Eduardo saímos. Pegamos o ônibus e fomos para casa. Mas no caminho, fiquei pensando o quanto foi emocionante ver meu time campeão, e com muito orgulho senti de ser FLAMENGO, o melhor time do Brasil.

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

39#


Mesmo que seja estranho rastejar por um algo desconvincente, estarei sempre seguindo o meu destino, sem virar-me ao passado. Ainda que existam substâncias sufocantes querendo-me matar, vou indo, por esse caminho que confiei a segui por um sonho. Mesmo que a razão seja muito maior que a fé, eu nunca desviarei do sonho, que esta no caminho que sigo desde que comecei a pensar nisso. Ainda que toda a mágoa se revele boa e a bondade se mostre ruim, eu irei adiante pelo caminho que pensei, para uma vida, para um sonho.

sábado, 21 de novembro de 2009

3!



Inspiro e Respiro


o que não é liquido


o que é invisível


mas enche meus pulmões


e dar-me o sustento pra viver.

domingo, 8 de novembro de 2009

De que me serve?



Dois amigos estavam assistindo uma aula de química. No meio da explicação, um deles fala baixinho para o outro:

-De que me serve essa química, cheia de configurações, átomos, e partículas?

-Para tudo [disse o outro amigo]

-Para tudo? Você 'tá' de brincadeira. Isso só nos enche a cabeça com 10% de toda funcionalidade cerebral que temos.

-Você está errado. Tudo isso completa ainda mais o nosso ser pensante.

-É? Pois eu acho que não.

-Você não acha por que não se esforça.

-Será?

-Sim. Você estuda essas matérias para uma prova?

-Não.

-Então.

-É por que acho que tudo isso é muito chato.

-Às vezes o que é chato é necessário. E é o que necessário, é útil em nossas vidas.

-E se tudo fosse chato, o que você faria?

-Faria o possível para que tudo fosse bom, pois se não fizesse, esse tudo continuaria sendo chato.


O amigo retornou à atenção a aula com um pouco mais de consciência.

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

2!


1° Ato
Como é viver sem ter você?
É um infinito vazio que me consome.
É uma dor que mata meu sorriso.
É como não estar no paraíso.

2° Ato
O sol já raiou.
Já sinto o cheio da manhã
como um doce perfume que me entorpece
na vida que renasce a cada novo segundo.

3° Ato
Eu sou falho, defeituoso, incorrigível
despretensioso, e amigo...de quem for meu inimigo.
Eu sou louco, descontrolado, destrincado
desamado, distraído e inconfundível na derrota.

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

38#


Mesmo que no escuro eu não escute a tua voz que clama por mim, eu estarei sentindo-a dentro do meu peito, que ecoa cada letra de tua boca.Estará guardado em meu coração, cada palavra tua, que inspira minha vida, enche minha alma de prazer, e me dá a sensação de que mesmo sozinho, eu estou perto de você.

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

37#


Eu sozinho, sou uma ilha;
Desprezível, isolada, desolada, com toda uma solidão a minha volta.
Eu com outras pessoas, sou um continente; Amigo, unido, solidário, com uma eterna felicidade que me enche de sorrisos, e nunca me deixa só neste mundo.

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

1!



Um coração apaixonado por você
É muito raro de se ver.
Por isso, te digo te amo
só pra você me ver
e perceber que o mundo é grande
e mais ainda, o meu amor por você.
Mesmo que eu não esteja perto de você
quero que você entenda que tudo que sinto
não é em vão.
Mesmo que você não me ache
eu estarei dentro de seu coração
vivo, como um carnívoro sentimental.
Mesmo que você não sinta amor por mim
eu ainda sinto por você.
Mesmo que tudo acabe em fim
eu ainda pensarei em você
no céu, na terra, no mar, no ar.

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

36#


Bem,eu não me sinto bom quando estou fudido, mas me sinto melhor quando estou com quem está acima de mim.

Não me importo com muitas palavras.apenas me importo com aquelas que me ensinam algo.

Tudo que eu vejo, não é meramente ilustrado,pois a vida não é desenho animado.

O choque das luzes, são parecidos com minhas idéias: não soltam faíscas, mas são algo util(ou [em certas vezes] inutil).

Se eu amo de um jeito e você de outro, tudo bem.o importante é que saibamos amar por prazer, não por qualquer coisinha.

Ter prazer é fácil: basta você pagar e pronto, é seu.o que é difícil, é conseguir um grande amor para sua vida.

Não adianta só falar que fez, por que na prática e que se vê o que se pode fazer.

Se eu sou ou não isso ou aquilo, não me importa; eu vou ser o mesmo de sempre.

quinta-feira, 13 de agosto de 2009

35#


Será que eu sou gente?
Será que eu sou humano suficiente pra dizer o quanto amo?
Será que eu sou aquele indivíduo, que persiste em fazer o bem a cada ato de maldade que é praticado?
Será que realmente eu posso dizer que sou um homem fiel ao seus ideais, que respeita e admira aqueles que são sempre melhores?
Se eu não sou dessa forma, posso lhe dizer que não sou racional, nem sentimental, e fica se vendo como marginal.
Mas se eu for bom, concerteza dirão tudo que quero escutar, e até incentivaram com o objetivo de que eu seja o melhor, pois as coisas ruins praticadas, são fúteis, ruins, e em vão.

quarta-feira, 29 de julho de 2009

34#




Eu sempre tenho dúvida daquela pergunta que nunca fiz. Eu sempre tenho a impressão de que pareço não existir. Eu sempre vejo todas as letras de música, e elas parecem ter rimas. Eu sempre tenho uma certa desconfiança de que eu sou maluco por mim mesmo. Eu sempre vivo a entender que o mar é salgado, o açúcar é doce, e o piqui* é amargo. Eu sempre vejo que estou cego, e que pouco posso sentir quem esta perto de mim. Eu sempre tenho a impressão (não de imprimir, mas de sentir) de que estou fazendo algo correto, mas por fora ele não é. Eu sempre tenho uma percepção, que tenho uma grande concentração para as coisas tolas e banais. Eu sempre tenho a (leve) impressão, que eu estou escrevendo na hora errada, e que esse blog já foi massacrado por essas minhas bobagens insistentes

*Eu não sei que gosto é isso,mas "tá" Valendo.

terça-feira, 21 de julho de 2009

33#


Viver de sonhos, é insuficiente para quem tem desejos, pois um ser de verdade vive de realidades.
Não adianta só pensar no que se quer, ou desejar por pensamentos que vem a mente, por que tudo o que se vê (e se faz),é real, não ilusão.
Sonhar é bom, concerteza não discordo disso.
Mas fazer acontecer é tudo, pois estamos nos dando o esforço a algo que até um momento era ficção.
Não quero ser dessenssivel, ou bruto como uma pedra, mas um algo real vale muito mais que um sonho que se vê em nós todos os dias.

sábado, 11 de julho de 2009

Re-Offender



Um pequeno disturbo da falta de paciência acaba de acontecer.
4 amigos,formavam uma banda com um som bacana.
Só que havia um problema entre eles: as brigas.
Eles brigavam muito por pouca coisa.
Esquentavam a cabeça por algo tão frio.
Ficavam furiosos num momento onde podiam relaxar e elogiar (ou ajudar) um ao outro.
Mas só discutem, xingam, e acabam brigando por mínimo.
Eles batiam boca com uma intensidade fulminante, e assim, iniciavam as brigas, que deixavam muitas marcas.
Marcas essas, que ficavam expostas, no corpo, e na face.
Nos pequenos shows que faziam mundo a fora, poucos percebiam aquilo escancarado, mas logo paravam de pensar, pois o som deles era hipnotizador.
No termino dos shows, as brigas persistiam, e isso já era uma rotina que os corroíam.
Que pena eles são tão furiosos, tenebrosos, raivosos, como uma tempestade na cidade (ou pior que isso).
Quem sabe algum dia, eles possam controlar seus impulsos nervosos, e voltarem a cantar com um pouco mais de felicidade.

quinta-feira, 2 de julho de 2009

32#


Tem alguém aí fora,querendo invadir e se transformar em solidão?

Se quiser vir,não á por que temer,pois a sua companhia não me deixará tão sozinho.

Podemos conversar,matar as saudades de algo intimo a nós,viver o presente e quem sabe pensar no futuro.

Podemos tomar café se você quiser,assistir algo que nos agrade,ou simplesmente não fazer nada.

Também podemos subir na laje,soltar pipa,imaginar algo,ou ver o pôr-do-sol.

Mesmo que você não me faça o homem mais feliz do mundo,te aceito como um ser que está preenchendo um lugar,que a um bom tempo vive sem ninguém.

segunda-feira, 15 de junho de 2009

31#



Esse foi um flerte fatal,que foi pelo ralo e se deu mal.

De tanto que ele tentou manipular,sabotar,e dar “pitaco”,ele se ferrou,e se lascou.

Ele quis ser o centro da sedução,o mal caminho que levava a outros destinos,mas acabou sendo um nada nos percursos da vida.

Ele queria ser aquela linda flor,a nuvem que passa lá em cima,o tempo que se modifica,mas só consegui ser um nada,um merda,um inútil invisível aos olhos da vida.

Ele tropeço,caiu e não reagiu a queda bruta que sofreu.

Ele se escafedeu,não resistiu,não consegui e foi a ......

Ele já é um fracassado,pois não sobe ser simples,ágil, e encantador.

Ele foi malvado,rude, e odiado, e conseguiu apenas o chão sujo de conforto ao seu corpo flagelado,ficando fraco,machucado,completamente imundo.



BlogBlogs.Com.Br

segunda-feira, 25 de maio de 2009

30#



Eu estava no sofá, sorrindo á toa,de boa,sem nenhuma preocupação que enchesse a cabeça. E derrepente,eu vi aquele absurdo sendo posto a toda fúria possível,como se fosse uma catástrofe de dimensões planetárias. Aquilo parecia ser uma bomba que tinha estourado, um vulcão em erupção,uma vida importante que tinha partido,mas só era um nada,refletido numa TV de plasma. Parecia que tudo havia acabado, que as pessoas tivessem mudado,que algo muito ruim poderia acontecer,mas só eram barulhos inúteis na tv. Eu pensei que isso fosse algo perigoso, de grande risco,mas era apenas um alguém na TV falando abobrinhas. Então, não suportei mais aquele tipo de esvaziamento intelectual que atingia minha cabeça:Desliguei a TV e fui ser feliz de uma outra forma.

domingo, 10 de maio de 2009

29#


Tem horas que bate uma tristeza tão grande,que o coração e capaz de explodir de tanto desprazer.

Quando se sente algo assim,parece que tudo ao nosso redor é uma lastima,uma dor que nos acompanha em qualquer lugar.

Ás vezes fica difícil falar, pensar,e até olhar para coisas que parecem ser comuns a um certo tempo.

Ela nos envolve, nos pega pelo coração,de um jeito tão fulminante,que parece que ele não é fortalecido pelas coisas boas,e que tem uma estrutura frágil,onde qualquer toque simples,é um choro sem fim.

A tristeza é realmente forte quando não se á um coração resistente a ela.

Tudo entra estragado, emendado,enrolado,como um nó difícil de desatar.

Mas quando ele é forte, não se sente essas dores traiçoeiras,pois por trás de um coração fortalecido,há uma pontinha de amor,que faz aquela diferença existencial na vida.

domingo, 12 de abril de 2009

28#


Você que esta ai no escuro,num vazio profundo,não precisar acender a luz para alertar a alguém que você está com essas angustia (que vive dentro de você),pois sem que você perceba,a luz maior esta dentro de você. Como é que você que levantar-se daí,se tu não acredita em você,homem do mundo? Acreditas em ti,e na tua fé,que você será grande o suficiente para seu orgulho. Então vai homem de pouca fé,mostra pra que tu viestes para essa terá;mostra quem tu eis,homem do mundo. Vai,conquista essa vitória,pois a derrota é só um mero detalhe básico de incentivo. Vai,sem medo do amanhã,da vida,ou do mundo,pois tu é capaz de tudo.Vai,eu confio em você,pois tu é igual a mim:erra e acerta a todo instante na vida.

sábado, 14 de março de 2009

27#


Ontem a noite,eu estava tentando achar algo pra tentar me distrair(coisa pouca).

Acabei achando...um tédio terrível que entrou e fez morada em mim.

Ele veio forte,poderoso,com impulsos capazes de me deixarem com uma perturbação....(sem noção).

Eu ficava tão mórbido e sem nenhum pensamento que me agradasse,que quando me dei conta,estava numa situação de preguiça+despresibilidade+sensibilidade=não reagir a nada(conta perfeita do desleixo).

Tentei fazer algo que me despertasse,mas a preguiça me puxava para a cama como um ima,de altas energias negativas(em favor da lerdeza e da preguiça).

Tentava persistir,mas a vontade de fazer nada insistia dentro do meu ser amargo,atacado por essa invalidez invisível.

Eu não desistia,mas e minha ligeira deficiência intelectual persistia.

Depois de tentar,falhar, e não conseguir,enfim,tive alguma atitude mínima de um ser vivo,que sobrevivesse arduamente ao capitalismo sem perdão:Beber água.

quinta-feira, 12 de março de 2009


Obrigado Mundo Dos Treze(http://mundostreze.blogspot.com/) e Jacona(http://jaconapacheco.blogspot.com/)

Esta imagem e a corrente visam chamar a atenção para blogs com algo inteligente a dizer, portanto estamos honrados.


e com o selo alguns passos a ser seguidos:

1º) Exiba a imagem do Manifesto e explique do que se trata.

2º) Poste o link do blog que te indicou.

3º) Indique 10 blogs de sua preferência para fazer parte do “Jovens Que Pensam”

4º) Avise seus indicados.

5º) Publique as regras.

6º) Confira se os blogs indicados repassaram as imagens e as regras!

Indicados

1º-Lombrados.blogspot.com

2º,3º 4º 5º serão exibidos em breve

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009

26#



Dizer por dizer não é correto quando se tem sentimentos em jogo,por que a sinceridade existe para que possamos falar o que realmente esta sendo dito,feito,ou executado em um momento.

Colocar qualquer sentimento para fora sem antes pensar,é fatal,pois sem querer,isso retornará de uma forma tão baixa e ruim,quanto algo dito em vão.

Jogar palavras no ar sem um fundamento fixo,é inútil,pois as palavras precisam ser carinhosamente cuidadas(e faladas),por que caso contrário,elas se esvaem,e ficam á mercê de coisas insignificantes e contundentes.

Pensar antes de qualquer ato verbal ou físico,é primordial para que tudo se evacue de forma livre,leve,solta,diferente desses ditos mal falados e mal aporveitados.

quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

25#


Você pode me ajudar a ocupar meu cérebro?

Se você puder,tudo bem,vou aceitar (quase)tudo que você me der.

Mas se você não puder,esqueça-me,pois você não vale nada diante do meu desespero de evacuar de vez,esse inútil vazio que consome meus neurônios.

Não é pelo fato de ser melhor que estou lhe chamando.

Não é pelo fato de estar(quase)louco que estou lhe pedindo.

É por um simples fato:de tentar me distrair.

Me distrair pra não sentir a dor.

Me distrair pra não ter medo nem angustia.

Me distrair pra não sentir mais essa angustia.

Por isso,quero algo que me deixe mais vivo e cheio de coisas boas,pois não quero morrer afogado no mais extenso mar de tédio,que mata(mesmo vivo) qualquer ser humano.

Total de visualizações de página

Parcerias (ponhas a sua aqui também)





Image and video hosting by TinyPic
" />

Contato

Orkut
Twitter
Facebook
YouTube

My Tumblr

Ocorreu um erro neste gadget