segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Eu e meu carro




Era uma vez, eu e meu carro.

Vivíamos sempre a passear, seguir caminhos, perseguir nossos sonhos em todos os tipos de estradas que passávamos pela vida.

Enfrentávamos buracos, pedras, e outros bichos com coisas esquisitas no caminho.
Existiam placas, caminho, que nos direcionavam a algum lugar. 
Algumas vezes esses caminhos eram ruins. Outros bons. E mais alguns outros, bem duvidosos, que nos deixavam a pensar pra onde realmente iríamos.

Mas apesar das ladeiras muito íngremes, desvios, curvas perigosas, e outros tantos obstáculos, chegamos ao nosso lugar.

Um lugar lindo, mágico, onde nenhum outro ser, a não se Deus, pudesse criar uma perfeição tão significante a nós. Lá, vivemos a vida como ela tem de ser vivida. O tempo passou rápido, e com ele, veio a necessidade de trocar de amigo, mudar de vida, e ir a outros rumos com outras coisas bem maiores do que antes eu pensava.
Foi doloroso partir sem meu velho amigo. 

Foi muito difícil, sei, mas cada lembrança, por onde passamos, sempre ficará no meu coração, o radiador de todas as emoções fortes e sinceras que senti, pois na vida (ao menos na minha) as maquinas, seja elas quais forem, são sim objetos sentimentais, e indestrutíveis a quem ama e aprende com o amado.

terça-feira, 21 de agosto de 2012

Destino se adquire, não nasce!



Hoje, numa conversa boba, mansa com minha irmã (meiga), ela estava comentando uma situação errada que viu durante esses dias na rua. Num momento da conversa, contando tudo isso, ela falou algo bem interessante:


"Destino é uma coisa que já nasce com você."

Depois da conversa, pensando sobre isso, vi que não é bem assim que se define o destino de alguém.
Destino é algo bem mais sério e criterioso do que se imagina. Pra ser mais preciso: seletivo (lembra de Darwin?)
Como assim?
Na minha humilde opinião, destino é uma coisa que se adquire pela vida, mesmo que todos digam que ele já esta (pré) definido a uma pessoa. Nada é estável, muito menos duradouro nessa vida. Pode ser que o ruim se transforme em bom e vice-versa. Por isso que descordo sem rodeios de minha irmã (e outras pessoas que acham isso - como todo o respeito). O mundo sempre muda, e das pessoas, sempre podemos esperar algo surpreendente, significante ou não, mas que nunca será aquilo que alguém ou um grupo pensou sobre ela durante determinado momento. 
As coisas são muito mais rotativas e modificadoras do que são (que o diga os dias de hoje - loucos como nunca antes na história).
Então, algo pode já nascer como você, como um rotulo pré-fabricado em seu corpo e sua história. Mas isso se modificará com o tempo, as coisas, e principalmente com o atuante: o próprio individuo.
Pra mim, é assim que se define um destino. Nada de mais.

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Madonna 54'

                                                              Ela 'tá' bandida! -  Creditos: madonnanow.com.br

Velha? Acabada? Exagerada? Nada disso. Madonna sim é um ícone musical (e também sexual) até os dias de hoje, como não podia deixar de ser diferente, por motivos óbvios. 
Desde o fim dos anos 70, revolucionando em shows, figurinos super extravagantes, criando cada vez mais tendencias de musicas e estilo, ela sempre se mantéu em um patamar no meio musical (apesar dos dias de crise, como os de hoje) muito bom, que (ainda) da fôlego a industria fonográfica.
Varias pessoas, fazem a mesma pergunta, que alguns acham muito complicado de ser entendida: Por que Madonna esta a tanto tempo no cenário Pop mundial, e sempre que faz algum CD/Single novo obtém sucesso?
Simples: Madonna não somente se limita a ser uma mera cantora. Ela, justamente, quebrou barreiras e criou conceitos em varias áreas ligadas a cultura pop (e Qual mulher não se lembra - ou canta - até hoje 'Like a Virgin'?).
Um bom exemplo disso, foi o Show de abertura de sua nova turne, MDNA Tour, que iniciou em Tel Avivi.


A grandeza ainda vida (que o dia Tel Aviv). Creditos: madonnanow.com.br

O novo show, tem além de toda excentricidade que Madonna tem, há momentos teatrais, representados em pequenos cenários, e com telões enormes, de encher os olhos, cheios de imagens sensacionais.
É disso, e outras tantas coisas que Madonna é reconhecida como rainha do Pop. Mesmo não estando em seus melhores tempos, ela merece sim, o melhor que for para seus 54 anos que hoje completa, pois não é todo dia que se pode ser assim, tão jovem e tão pop quanto ela.



domingo, 12 de agosto de 2012

Depois de tudo, o Fim.



Nestas olimpíadas de 2012 que passaram, tudo foi lindo (mesmo, de verdade). 
Tudo que os esporte nos mostraram, são coisas raras, de realmente parar e encher os olhos de todos aquelas que assistiram e torceram para os atletas nos mais diversos esportes.
Cada medalhista, competidor e nós, foram importantes para esse lindo ato que somente a vida com o esporte é capaz de realizar.
E o que posso dizer de tudo, na minha humilde opinião, é uma coisa: Nada.
Mas por que nada?
Por que as imagens, emoções, vividas e sentidas, são tudo a nos dizer sobre isso.
Apenas.
E Que venha Rio 2016! 

P.s> não postei nessas olimpíadas por problemas. 

Total de visualizações de página

Parcerias (ponhas a sua aqui também)





Image and video hosting by TinyPic
" />

Contato

Orkut
Twitter
Facebook
YouTube

My Tumblr

Ocorreu um erro neste gadget