sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Pleo direito de ser feliz




Navegando por esses sites da vida, achei uma coisa bem curiosa(no minimo comum). 
Pode até ser farsa, ou coisa midiática (não sei bem, mas desconfio da maioria dessas noticias de hoje).
Sean Penn, ator e astro de grandes filmes, disse numa reportagem  :

"Não há nada de vergonhoso em dizer que todos nós queremos ser amados por alguém. Quando eu olho para os romances da minha vida, não sinto que já tenha tido isso”

Isso parece ser incomum vindo de um artista consagrado como ele. 

Mas a verdade é mais cruel: é comum sim. Não só de artistas, mas de pessoas normais, como eu e você.

Todos nós, temos o direito e o dever de sermos felizes(sim, ser feliz também é um dever. dever de segui o que o coração diz). Mas por que não somos?

Culpa nossa? Nossos sentimentos são muito vazios?

Não existe uma resposta certa, um padrão a ser dito em relação a tudo isso.. Cada um deve encontrar dentro de si a resposta que lhe cabe. Nada no mundo vai nos dizer isso, mas sim, as nossas vidas responderão algo sobre essa solidão.

terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Obrigado Marcão!


(Foto: José Patrício / Ag. Estado)


Mais uma vez
Como um bom palmeirense
Nosso muito obrigado
Pelas grandes defesas
Pelos títulos
E pelo grande homem que você sempre foi
Muito obrigado
Por tudo!




sábado, 8 de dezembro de 2012

Um aviso aos atrasados




Ficar parado, nunca foi a solução.
Par quem quer, não existe mudança repentina, ou "de uma hora pra outra.."
O que tem de ser feito é agora, e não pra depois.
Muitos param, por diversão ou medo de mudar.
Mas é isso: uma hora todos crescem, e deixam de serem "Peter Pan's" de um mundo sem fantasias.

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Seus Traços nunca se apagarão!



Ontem
Dei falta de uma linha
Uma linha que nunca mais será riscada
Mas que esta 
Nos principais monumentos do mundo.

Essa mesma linha
Que esta em Brasilia 
E em alguns pontos mundo afora
Nunca serão apagadas.

Tudo que essa linha fez
Será pra sempre lembrada
E Só temos a agradecer
Por essas linhas
Terem transformado
Ao menos um pouco
O mundo em um lugar melhor.
Obrigado.

Oscar Niemeyer
(1907 - 2012)

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Algo de longa vivencia nunca morre cedo.



Vejo nesses tempos, pessoas falando de coisas. 
Sim, coisas. 
Mas coisas que podem substituir outras, pra de alguma forma mudar nossas vidas (ou não).
Lembro-me quando diziam que o celular iria substituir por completo o telefone fixo. Ainda não vi nada (ou muito pouco disso). 
E também ouvi, que carros voadores logo viriam ao mercado para detonar os carros de quatro rodas. 
Bem, a vida muda, tudo muda, mas não tão depressa como imaginamos ser. 
Tudo, mesmo sem querer, muda de forma gradual, pra que cada um de nós possa se adaptar ao que estar aqui de novidade para o mundo. 
Vejam que de décadas em décadas surgem novas tendencias, e outras coisas que podem mudar nossas vidas. Mas elas demoram a "pegar", para serem realmente algo que podemos utilizar para algum fim (Veja como o mundo mudou, e você terá noção do que estou tentando dizer). 
As coisas, em sua grande maioria mudam. Mas demoram um pouco.

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Vários Assuntos



Sobre Felipão:

Boa escolha, nada contra. Espero que realmente todo seu trabalho leve o Brasil ao hexa.

Sobre a Bola de Ouro:

O velho mundo ainda trata nosso país como arcaico, muito velho pra ter um melhor do mundo por nossas terras. E da mesma forma que eles falam, nós fazemos. PRECISAMOS MUDAR!

Sobre o Meu livro (Yan Love):

O lançamento será Sábado 01/12, das 07:00 as 22:00 Na Escola Mickey Mouse.

Sobre o Blog:

Em breve, novidades.

(fim)

terça-feira, 27 de novembro de 2012

Guardiola seria a saída?




Nos últimos dias (pra ser mais preciso, desde sexta) a CBF anda numa turbulência predestinada.
A demissão de Mano casou surpresa e alivio pra muitos que, a essa altura não veriam uma demissão tão "fácil" como foi a dele. 
Depois, todo caso envolvendo Marco Polo e cia numa operação da PF, que causa vergonha a pouco menos de sete meses da Copa das Confederações.

Com esse bolo todo, vêm-se a necessidade de um novo técnico (e com urgência).

Falaram-se em Felipão, Tite, Muricy (o Técnico, não a tia gostosa da novela que passou), e o mais incrível de todos: Pep Guardiola.

Fiquei muito animado em ver o nome dele nessa lista, pois seria pelo lado positivo das coisas, um bem maior para nossa seleção, que anda pobre de mais em quesito de futebol bem jogado (e principalmente resultados). Mesmo que o Mano tenha feito uma evolução, não era suficiente, pois ele agiu dessa forma muito tardia (coisa, que na minha humilde opinião, influenciou na sua saída).
Isso também serviria aos técnicos, que, vendo seu bom trabalho, poderiam tê-lo como referencia para seus cargos.

Vendo pelo lado negativo, como alguns falam, Pep teria de ser adaptar ao jeito do futebol brasileiro (que é anos-luz de diferença do Barcelona), comandarndo algum time de expressão no nosso pais. 
E isso de comandar um time de expressão aqui dentro, seria bem difícil  pois dos 10 grandes clubes do Brasil, ao menos seis deles estão bem servidos, e os outros quatro não teriam plenas condições de contrata-lo. 
Fora que Marin quer um técnico mais "maleável", que não tenha uma personalidade forte e influente como a de Pep para a CBF. 

Eu penso que seria uma saída, pois caso ele viesse comandar a seleção, faria muitas coisas, pois os técnicos da aqui estão muito gastos, principalmente na Europa, e isso faria um bem a Nação do Futebol.

P.s> Mas meus palpites (reais) para técnico são: Muricy ou Felipão.

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Trabalho (?) e Consequencia

(Foto: Marcos Ribolli / Globoesporte.com)

Tudo que se faz na vida, deve ter rumo. Não adianta fazer muito, se não se tem algo, uma estrutura, um rumo digno as coisas que serão feitas.

A falta disso, gera conflitos, tanto entre pessoas, como com seus próprios planos. A vida é cruel como os que são totalmente desleixados.

Mas para que não se erre de novo por isso, deve-se fazer algo realmente logico, sem "jogo doido" ou pretensões as escuras. O que tem de ser feito é trabalho com logica e progresso.

quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Minucioso, mas nem tanto.



Nos dias que correm, ando pensando em diversas coisas.
Não é por mal: 2013 já está quase ai, é por precaução, já penso nele com mais carinho, logico sem deixar de fazer e viver o resto de 2012 que ainda se tem.

Como de fato, gosto de pensar muito antes de agir, não é tão anormal assim eu estar (um pouco) em 2013 (em termos).

Mas, mesmo assim, em breve, estarei postando novidades deste ano. aguarde.

terça-feira, 30 de outubro de 2012

Sandy: o reflexo da imoralidade que somos.



O furacão Sandy, que esta deixando rastros de destruição por onde passou (caribe, Estados Unidos e Canadá), anda causando muito pavor e terror as pessoas das áreas atingidas.

Mas todos os anos, sempre foi assim: acontece uma tempestade, se gastam milhões para reformar as casas e quitar outros prejuízos, que logos serão destruídos novamente por outra grande (ou maior que a anterior).
Tudo isso tem uma culpa: nossa imoralidade de ser o que somos: altamente egocêntricos.

Digo isso pelo fato da demanda de coisas que fazemos contra o nosso mundo de forma demasiada, em nome do consumo excessivo das cosias (muitas vezes desnecessárias).

Disso, pagamos o preço ao ver toda essa destruição, dor e prejuízos pelo mundo afora.

Apesar de tudo, ainda creio num mundo mais sustentável, onde possamos apenas consumir o que é realmente necessário a nós (o que esta sendo bem difícil nos dias de hoje). Eu ao menos, tento todos os dias colaborar com isso.

 Reciclar, reutilizar, seja o que for: precisamos diminuir esses (super) impactos que causamos ao mundo.

Por natureza, temos ganância, mas isso esta sendo levado a níveis nos dias de hoje, de forma horrorosa, a tal ponto que é lastimável ver tantas pessoas fugindo de seus lares para sobreviver em outros locais fugindo dessa tormenta.

Esse é o preço que pagamos.

Ou mudamos, ou tudo vai continuar do jeito que estar (se não, pior).

sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Runaways



Somos fugitivos
De um mundo que não é mais nosso
E que pouco se importara com as coisas boas.

Não nos importamos mais
Sairemos daqui
Direto para outro planeta
A fazer nosso som, nosso jeito
Sem que ninguém faça mal.

Então vamos
E se quiser nos acompanhar
É só seguir a canção.


terça-feira, 16 de outubro de 2012

O papel de todos nós.



No dia que passou (que foi dia do professor - mais conhecido com dia 15 de outubro), refleti um pouco sobre o papel de cada um de nós, pois tanto cobram desses profissionais, muitas vezes saturados por tantos trabalhos e problemas, que chega a ser absurdo cair um problema ou situação constrangedora ou ruim sobre eles.
Mas o que isso tem haver como os professores?
Primeiro, todos sempre tem aquela manina de dizer que "professor fulano não é bom por que não sabe educar filhinho tal" e outras coisas mais.
Sei, os professores tem uma imensa responsabilidade de ajudar na educação de todos, tanto que não são valorizados como deviam (notem a qualidade de ensino das escolas publicas como exemplo).
Sinceramente, acho que nós colocamos muito a culpa naquele que realmente tenta fazer acontecer nas nossas vidas, consequentemente (de uma forma até injusta) tirando a responsabilidade que cada um temos, e que todos devem ter como obrigação na vida.
Mas ai, nessas horas o "carinha cabeça-dura" fala:

-Mas o tempo não deixa, por isso não posso fazer algo.

Serio? O tempo não deixa? Se isso realmente fosse um motivo de que não podemos fazer algo, a situação seria um problema maior do que temos hoje.

Então se você quer mudar, fazer algo, educar seus filhos, seja o que for, comece por você antes de cobrar de alguém. Isso é um dever importante, que mal (ou não) fazemos hoje em dia.

quinta-feira, 11 de outubro de 2012

my being

Meu instinto é opcional
Vai equivalente a situação.

Se é pra ser sínico, sou assim.
Se é pra ser bom, eu sou também.

Mas faço tudo isso
Sem perder meu jeito
O eu que tem dentro de mim.
É assim que faço as coisas

p.s> Desculpem pelo atraso. Trabalho e outros planos adiaram meus posts.

sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Yan: Como tudo foi feito!


O livro (capa)

Era uma vez, no penúltimo mês do ano de 2009, Yan. Dai, nascia o meu romance.
Ele (Yan) no seu começo, não foi Yan: era Tom. Por motivos de força maior e combinação de partes, o nome foi mudado.
Pra desenvolve-lo, demorei por volta de nove meses para te-lo por inteiro, do jeito que eu realmente queria. Houve momentos em que o vazio, o ócio, o nada estava em minha mente, e com isso, não podia preencher as partes que eu queria preencher na história.
Mas mesmo assim, fui persistente, e consegui fazer meu primeiro romance.

A história

Yan, era um mero estudante, com seus 16 anos, tem uma boa relação escolar, mesmo com poucos amigos. Mas havia uma especial que ele tinha uma boa relação, e por consequência, estava se apaixonando por ela. Mas eis que surge uma nova professora em sua escola, e tudo se transforma, não só no amor, mas em sua vida em geral.

Curiosidades

  • O Yan, teve uma ideia inicial de amor, e acabou se formando através de histórias que houvi.
  • Ele não foi baseado em algo real. Alguma coisa parecida com realidade, é mera semelhança.

E ele já esta a venda no site da Editora Baraúna: http://www.editorabarauna.com.br/yan-love.html

segunda-feira, 10 de setembro de 2012

O quanto complicamos a vida.



Nos dias de hoje, vemos tanas coisas banais, chocantes, que de quando em quando, não nos impressionamos mais, por tão elas serem tão constantes e insistentes em nossas vidas.
A causa, é bem simples: Nós.

Sim, todos NÓS, em letras garrafais, luminosas, bem diante dos nossos olhos cegos, de não querer enxergar.

Somos tão assim, de complicar tudo que fazemos, pois parece que temos prazer de fazer errado, sem nos controlar, ou pensar nas consequências que isso poderá nos trazer para o amanhã.

Eu, já errei muito, e ainda erro como qualquer ser estupido (me incluam nisso também, sem mais "delongas"!).

E disso tudo, posso dizer algo: nós, seres pensantes (ohhhhh!) gostamos de viver no risco. Mas no risco da parte errada, obscura, onde realmente algo pode dar muito certo pro lado errado (legal!).

Precisamos apenas tomar um  pouco mais de consciência para cometermos menos isso, pois nunca vamos para de faze-los. Apenas diminuir, para que as consequências sejam menores no futuro.
Precisamos disso, ou nossas vidas, oh.......BUUUUUUMMMMMMMMMMM!!!!!!!!!!!!!

sexta-feira, 7 de setembro de 2012

São Paulo: provando que a seleção esta sem qualidade.



(Foto: Marcos Ribolli / Globoesporte.com)



O jogo de hoje da seleção, em pleno sete de setembro, evidenciou mais uma vez nossa fragilidade e vulnerabilidade de um time sem cara.

Do jeito que nossa seleção ainda joga, merecia com toda veemência as vais que o publico no Morumbi. A fase, ainda é de pré maturidade, num momento onde deveria se evidencia uma maturidade e personalidade de nossa seleção.

Diferente de nosso país, a nossa seleção não tem independência alguma, pois parece viver a base de resultados insignificantes, fazendo pouco pra um tempo que deveria ser de muito, muito mesmo.
A zaga ainda esta inconsistente, falha de mais, muito atordoada.

Laterais, deixando a desejar, principalmente Sr. Dani Alves, que andou falando numa entrevista no intervalo do jogo, de uma forma muito prepotente, e errada. Isso não pode acontecer.

Meias, muito abaixo do que se espera, sem “alimentar” o ataque com lances de efeito (poupa-se nisso, Oscar, que fez uma boa partida a meu ver).

Atacantes: simplesmente eles estão a pouco nível do que são. Precisam manter uma regularidade dentro ou próximo ao seu nível. Caso contrario, as copas (das confederações e do mundo) vão pro brejo fácil.

Só mesmo um “super-herói” pra salvar a seleção de um empate (ou derrota, o que seria mais evidente) vexatória.


E uma ultima: “Quem gosta, levanta e aplaude. Que não gosta, senta e vaia.”

terça-feira, 4 de setembro de 2012

Cristiano, Deixe de Egoismo!



No mundo do Futebol (ah, bendito) ultimamente esta ocorrendo um "bafafá" muito bonitinho: A tristeza de Cristiano Ronaldo (O GAJO!). 
Lendo esta matéria do jornal esportivo Marca da Espanha (quem souber espanhol, clica) vê que ele diz, que todo mundo esta se referindo a dinheiro, não é bem assim o que pensamos. Em seu perfil do facebook , ele alega outra coisa. Mas na verdade, isso é um básico (se é que se possa dizer isso) egocentrismo da parte do Gajo, na minha opinião. Acho eu, que se você quer reconquistar algo, por menor que seja (ou maior, no caso dele), deve-se trabalhar, e não reclamar assim, de barriga cheia, com ele esta.

Ele, que SÓ (SÓ!?) ganha 10 MILHÕES, esta reclamando de desprestigio por parte de companheiros, torcida de diretoria (quanta falta faz uma bola de ouro, né Gajo?).

Um aviso ao seu Gajo: gosto muito de você (suas excentricidades não valem, ok?), mas tu, Gajo, não és maior que o Real Madrid Club de Fútbol
Saiba que, um clube se faz com o conjunto, não pelo único "astro" que bomba no time. 

Mas como diz Xabi Alonso: “Estou feliz. Falo por mim, mas cada um é como é”

E é isso!

segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Eu e meu carro




Era uma vez, eu e meu carro.

Vivíamos sempre a passear, seguir caminhos, perseguir nossos sonhos em todos os tipos de estradas que passávamos pela vida.

Enfrentávamos buracos, pedras, e outros bichos com coisas esquisitas no caminho.
Existiam placas, caminho, que nos direcionavam a algum lugar. 
Algumas vezes esses caminhos eram ruins. Outros bons. E mais alguns outros, bem duvidosos, que nos deixavam a pensar pra onde realmente iríamos.

Mas apesar das ladeiras muito íngremes, desvios, curvas perigosas, e outros tantos obstáculos, chegamos ao nosso lugar.

Um lugar lindo, mágico, onde nenhum outro ser, a não se Deus, pudesse criar uma perfeição tão significante a nós. Lá, vivemos a vida como ela tem de ser vivida. O tempo passou rápido, e com ele, veio a necessidade de trocar de amigo, mudar de vida, e ir a outros rumos com outras coisas bem maiores do que antes eu pensava.
Foi doloroso partir sem meu velho amigo. 

Foi muito difícil, sei, mas cada lembrança, por onde passamos, sempre ficará no meu coração, o radiador de todas as emoções fortes e sinceras que senti, pois na vida (ao menos na minha) as maquinas, seja elas quais forem, são sim objetos sentimentais, e indestrutíveis a quem ama e aprende com o amado.

terça-feira, 21 de agosto de 2012

Destino se adquire, não nasce!



Hoje, numa conversa boba, mansa com minha irmã (meiga), ela estava comentando uma situação errada que viu durante esses dias na rua. Num momento da conversa, contando tudo isso, ela falou algo bem interessante:


"Destino é uma coisa que já nasce com você."

Depois da conversa, pensando sobre isso, vi que não é bem assim que se define o destino de alguém.
Destino é algo bem mais sério e criterioso do que se imagina. Pra ser mais preciso: seletivo (lembra de Darwin?)
Como assim?
Na minha humilde opinião, destino é uma coisa que se adquire pela vida, mesmo que todos digam que ele já esta (pré) definido a uma pessoa. Nada é estável, muito menos duradouro nessa vida. Pode ser que o ruim se transforme em bom e vice-versa. Por isso que descordo sem rodeios de minha irmã (e outras pessoas que acham isso - como todo o respeito). O mundo sempre muda, e das pessoas, sempre podemos esperar algo surpreendente, significante ou não, mas que nunca será aquilo que alguém ou um grupo pensou sobre ela durante determinado momento. 
As coisas são muito mais rotativas e modificadoras do que são (que o diga os dias de hoje - loucos como nunca antes na história).
Então, algo pode já nascer como você, como um rotulo pré-fabricado em seu corpo e sua história. Mas isso se modificará com o tempo, as coisas, e principalmente com o atuante: o próprio individuo.
Pra mim, é assim que se define um destino. Nada de mais.

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Madonna 54'

                                                              Ela 'tá' bandida! -  Creditos: madonnanow.com.br

Velha? Acabada? Exagerada? Nada disso. Madonna sim é um ícone musical (e também sexual) até os dias de hoje, como não podia deixar de ser diferente, por motivos óbvios. 
Desde o fim dos anos 70, revolucionando em shows, figurinos super extravagantes, criando cada vez mais tendencias de musicas e estilo, ela sempre se mantéu em um patamar no meio musical (apesar dos dias de crise, como os de hoje) muito bom, que (ainda) da fôlego a industria fonográfica.
Varias pessoas, fazem a mesma pergunta, que alguns acham muito complicado de ser entendida: Por que Madonna esta a tanto tempo no cenário Pop mundial, e sempre que faz algum CD/Single novo obtém sucesso?
Simples: Madonna não somente se limita a ser uma mera cantora. Ela, justamente, quebrou barreiras e criou conceitos em varias áreas ligadas a cultura pop (e Qual mulher não se lembra - ou canta - até hoje 'Like a Virgin'?).
Um bom exemplo disso, foi o Show de abertura de sua nova turne, MDNA Tour, que iniciou em Tel Avivi.


A grandeza ainda vida (que o dia Tel Aviv). Creditos: madonnanow.com.br

O novo show, tem além de toda excentricidade que Madonna tem, há momentos teatrais, representados em pequenos cenários, e com telões enormes, de encher os olhos, cheios de imagens sensacionais.
É disso, e outras tantas coisas que Madonna é reconhecida como rainha do Pop. Mesmo não estando em seus melhores tempos, ela merece sim, o melhor que for para seus 54 anos que hoje completa, pois não é todo dia que se pode ser assim, tão jovem e tão pop quanto ela.



domingo, 12 de agosto de 2012

Depois de tudo, o Fim.



Nestas olimpíadas de 2012 que passaram, tudo foi lindo (mesmo, de verdade). 
Tudo que os esporte nos mostraram, são coisas raras, de realmente parar e encher os olhos de todos aquelas que assistiram e torceram para os atletas nos mais diversos esportes.
Cada medalhista, competidor e nós, foram importantes para esse lindo ato que somente a vida com o esporte é capaz de realizar.
E o que posso dizer de tudo, na minha humilde opinião, é uma coisa: Nada.
Mas por que nada?
Por que as imagens, emoções, vividas e sentidas, são tudo a nos dizer sobre isso.
Apenas.
E Que venha Rio 2016! 

P.s> não postei nessas olimpíadas por problemas. 

quinta-feira, 19 de julho de 2012

Estou Vivendo



Estou vivendo
Depois de muito tempo
Que não sentia 
A alegria transbordar em mim.

Dou graças a Deus por isso
Por tudo que estou vivendo
Pela felicidade plena que sinto.

quinta-feira, 12 de julho de 2012

O Vibrante (E Campeão) Palmeiras!

Foto: Marcos Ribolli / Globoesporte.com

Mostrando a sua fibra
De um time que não para
Com uma torcida que canta e vibra
Nas derrotas ou nas vitórias.

E mais um titulo veio
Pra dar mais gás
E orgulho de ser alviverde!
Eu amo meu Palmeiras!

Da-lhe, Da-lhe, Da-lheeee Poooorrcoooo!!!

domingo, 8 de julho de 2012

Valores e Respeito

(Foto: Getty Images)

Acaba de terminar uma luta (pra alguns grande, pra mim nem tanto - não sou fã, não gosto, mas respeito que em gosta de U.F.C.) entre Anderson Silva e Chael Sonnen. Vi por que Sonnen ofendeu (como parte dos gringos do mundo fazem) o Brasil (e a família de Anderson). Me senti mordido, como um latino-americano, sempre rebaixado pelas "potencias"(ohhhh) se sente.
No primeiro round (que poderia se chamar 'assalto' nessa ocasião - o Anderson é Corinthiano, lembra?) confesso: meu coração ficou assustado e disparado com o "domínio" do Sonnen sobre o Anderson. Mas ao fim, mais tranquilo.
Mas o segundo round, foi mais gostoso (hummmmmm....), vingativo, apesar de no inicio eu ainda estar com os nervos sensíveis.
Um erro, e o domínio vira de lado: Anderson soca Sonnen decreta definitivamente sua vitória.
Ao fim, ele faz uma coisa bonita (pode até ser marketing, mídia, ou coisa assim) de pregar o respeito entre as pessoas (o que falta de sobra em cada um de nós, seres pouco racionais).


"- Esse esporte é o melhor esporte do mundo. Nós trabalhamos duro por vocês. Nessa luta, eu lutei contra Chael, e ele contra mim. Ele desrespeitou meu país. Mas é isso aí. Um segundo - disse o campeão, ao chamar Chael Sonnen para cumprimentá-lo - Vamos mostrar que o país tem um povo educado. Se você quiser fazer um churrasco lá em casa, eu te cconvido. Vamos lá - disse Anderson diante de um constrangido Chael Sonnen."*


Isso foi um pouco, um mínimo de uma atitude que pode ser sim pregada por todos nós. As vezes perdemos a cabeça por demais coisas, isso entendo muito bem (sou filho de Deus, mais um mero mortal). Mas em boa parte, nós nos estressamos por coisas desnecessárias. Isso sim que nos faz desrespeitarmos o nosso próximo, os nossos irmãos, semelhantes seres existentes nessa terra. Tudo que acontece por aqui, é culpa nossa, criada e mantida por cada um que aqui vive. Ainda dá tempo de mudar. Se quisermos.


*créditos: Globoesporte.com

sexta-feira, 6 de julho de 2012

Musica de mais, qualidade de menos.





Eu, bom moço de web (e um pouco desocupado também) estava brincando no "SongPop" do facebook. Nisso, percebi o quanto existe uma imensa parafernália musical de pouca ou nenhuma necessidade de ser escutada. Musica, existe aos montes, e até mesmo você que não sabe tocar um instrumento pode fazer algo.
Mas musica de qualidade, que possa trazer uma sensação boa, que lhe transmita algo, e tenha um som de alta qualidade, são pouquíssimas. Faça um teste: veja o top 10 das musicas mais tocadas no Brasil e nos Estados Unidos, e tire você mesmo as melhores pra você. Tenho certeza, que ira achar poucas musicas que valem apena ser ouvidas. É uma pena, mas isso é uma realidade que doí (principalmente nos tímpanos).

sábado, 30 de junho de 2012

O Penta - 10 Anos (o meu relato daquela dia).





Desse dia, lembro-me que acordei bem cedo. Isso para os meus plenos 11 anos de idade, era bem chato, mas como era a final da copa do mundo, acordei, apesar do que eu sentia. O ar era de nervosismo, ansiedade por um titulo que não vinha a 8 anos, junto com aquela frustração na França em 98. Fui pra casa da minha avó, ver tudo sozinho por lá (tinha trauma de multidões).
O primeiro tempo inteiro foi nervosismo de mais, principalmente com as jogadas da Alemanha. As que o Brasil fazia, algumas pela lateral, me deixavam ansioso de mais por um gol, e pra tudo aquilo acabar logo, principalmente depois que vi aquela boa do Kleberson indo no travessão (e o Galvão narrando as jogadas do Brasil, me deixavam ainda mais tenso - foi teste pra cardíaco).
O segundo tempo, continuou aquela tensão, até a hora do primeiro gol do Ronaldo. Foi muito legal ter vibrado com aquele gol, pois a tensão que eu tinha, passou e muito, e veio a certeza de que o Brasil iria ganhar aquela copa. Alguns lances da Alemanha me deixaram tensos, mas depois do segundo gol, a certeza de titulo era bem maior do que eu esperava. Fim de jogo: festa, fogos, gritaria e Pentacampeonato conquistado. Aquela seleção sim, era autentica. Uma verdadeira Família.

segunda-feira, 18 de junho de 2012

Sir Paul 70







Ele Paul McCartney, faz hoje seus 70 aninhos de idade (nada velho, hein?).
Como alguns grandes cantores, ele fez parte da minha vida, do meu bobo e inocente (ele é de Gêmeos, igual a mim!) 
Lembro-me que a primeira vez que escutei o Paul na minha vida, foi com meus singelos, serenos e virgens (que maldade pra mim) 12 anos de idade. Vi um clip dele com o Eric Clapton chamado "Freedom", onde senti uma emoção sem igual, coisa de louco varrido e excluído que nem eu era. 
Depois, em 2005, escutei Fine Line (que era single do Chaos and Creation in the Backyard - que na época havia sido indicado a um Grammy) Jet, e outros sucessos que até mesmo no Beatles ele já havia cantado.
Sir Paul é autentico, e como todo bom cara de gêmeos, é versátil: toca baixo, piano, violão, além de cantar e outras coisas a mais.
Posso não ter as palavras suficientes pra retratar essa incrível pessoa que ele é, mas digo que este cara sempre fez parte de mim, do meu eu, e de toda minha vida, ontem, hoje e sempre!


Parabéns Sir Paul!

Persistência, Persistência, Persistência.



Hoje, resolvi trazer aqui ao blog algo dentro da nossa realidade, mas que de quando em quando (ou sempre) fechamos os olhos para ela.
Estava vendo uma edição da cartilha azul dos Alcoólicos Anônimos, que por sinal me interessou muito. Vis histórias contadas por alguns de seus membros, que misturam um pouco de egoísmo, derrota, e principalmente descontrole da situação. 
Vi que cada um deles demorou pra admitir seu problema, e a plena maioria só sentiu o real efeito do álcool quanto estava de verdade no fundo do poço, sem forças pra dominar este mal.
O auxilio nesses casos, foi muito importante, pois as vitimas deste vicio apenas conseguiram sair da situação.
Isso é um pouco do que posso-lhes falar do drama vivido por essas pessoas, que tem algo incomum: a persistência.
Eles tiveram tudo que pouco tempos, e que as vezes não nos damos conta que temos isso de tantas "fraquezas" que temos nessa vida. Temos de realmente persistir no que queremos, independente de onde estivermos, em qualquer situação que seja, pois somos mais fortes do que as dores deste mundo.

terça-feira, 12 de junho de 2012

E nesse dia...



Eu apenas quero viver
E fazer o que me trás felicidade.

Não tenho amores
Mas isso não me importa hoje.

Eu só quero sorrir
Ser um pouco feliz comigo mesmo.

sexta-feira, 8 de junho de 2012

21'





Hoje, completando 21 anos, penso e repenso (como todos os mortais conscientes) sobre tudo que fiz e tenho de fazer. 21 não é fácil. Não é como ter50, mas tem seu lado sério, e responsável. A partir desse novo ciclo que se inicia, tenho uma nova chance de recomeçar, e fazer tudo (ou boa parte) do que sempre quis. Eu apenas agradeço a Deus por tudo que vivi, e  espero que ele me dê Saúde, paz, e prosperidade (e um pouco de vontade) pra minha vida. E também, agradeço a todos que vivem ao meu redor (Família, amigos, colegas..)...por tudo...pela paciência, pela decência, e pela sinceridade de cada um. E é isso: daqui pra frente, tudo será cada vez mais diferente, como já vinha sendo desde alguns tempos.

domingo, 3 de junho de 2012

Viver com quem ensina.



Nos dias que passaram, vi tantas coisas que realmente me fizeram refletir sobre essas coisas da vida.
Algumas pessoas que vivem ao meu redor, estão me passando (ou ensinando - depende do contexto e do momento) experiencias e lições pra vida. Outras, vejo que reagem as circunstâncias de forma igual ao outro (quer dizer, se toma uma pancada, dá igual ou pior: coisa de gentinha baixa).
Devemos viver com quem ensina, pois os caminhos da vida não são sempre da forma que pensamos ou costumamos ver. Muita coisa na vida muda, e devemos ouvir e observar atentos essas pessoas para que possamos fazer um pouco melhor nossos caminhos para uma vida melhor. E posso dizer: nada é tão gratificante quanto a ajuda desses tipos de pessoa.

É, sei.



É sei, parece até meio infantil não ter postado aqui nos últimos tempos...mas o tempo e as coisas não deixaram que eu fizeste isso aqui que gosto.
Mas prometo (tentando cumprir da melhor forma possível) blogar aqui sempre que possível (sem deixar muitas distancias entre dias e tempos longos).
Não vou deixar mais isso aqui abandonado....aguarde! 

sexta-feira, 25 de maio de 2012

Obrigado Pep!



Obrigado Pep
Por ter trazido de volta
A magia do futebol
Que estava perdida
No meio de toda essa modernidade que nos assola.

Você nos mostrou
A beleza das coisas mais simples
Por um só objetivo
O gol!

Em grupo
No toque
Com a sutileza
Dos mais craques
Mesmo daqueles que foram renegados.

Títulos e glorias
Vitórias e gols
E um dia
Veio a despedida.

Mas você
Ficou na história
Por essa revolução
Que veio da sua persistência
E luta
Para ser melhor.

Obrigado Pep.

De um Madridista que lhe admira muito.

quarta-feira, 23 de maio de 2012

E nesse dia tão chuvoso...

Nesse dia chuvoso, vejo que tudo fica meio parado,triste, sonolento, apesar de ser um dia de semana. Mas mesmo assim, ainda fico feliz, mesmo sem ter tudo que quero.


quinta-feira, 17 de maio de 2012

Shadow Days







Eu me escondi
Com medo de sair.

Mas mesmo assim
Tinha de viver
E fui a outro lugar.

De Repente
Cheguei a um local
Que se parece muito com minha solidão
Deserto, vazio, sem ninguém.

E vou longe
Pra estar 
Cada vez mais
Distante dessa solidão.

sexta-feira, 11 de maio de 2012

A vida não é um conto de fadas!



Ontem, olhando uma, revista vi um cara que, apesar de muitas diferenças que temos, me inspirou e me deixou muito feliz: Alex Atala! Ele é um dos maiores chefes de cozinha do mundo (tanto que seu restaurante recentemente como o quarto melhor do MUNDO!). A reportagem que vi sobre seu restaurante e um pouco de sua vida na revista época, me encheram de esperança e alegria. O que ele faz, simplesmente é um barato e prova duas coisas:

1-Sem Fé e batalha, não conseguiremos nada.
2-Eu sim, mesmo com defeitos, posso fazer muita coisa que desejo.

Digo isso, por que vejo varias pessoas, que fazem sua vida por momentos, álbuns de redes sociais, e mais nada. Quero fazer a minha para que ela perdure, seja reconhecida pelo seus méritos e coisas boas que há nela. Momentos passam, e eu não quero ser igual a tantas outras pessoas que trabalham de segunda a sexta, pegando ônibus, indo sem prazer ao trabalho.
A prova de que as pessoas querem tudo muito fácil, foi uma vez, em que vi um cara dizer pra um colega de futebol quando estávamos na fila de um mercado. Na hora o cara, meio sem cerimonia veio e disse ao meu colega:


-Cara, quer ganhar muita grana? É só você ficar vendo na internet videos publicitários e tals. Vai ganhar uma bela grana.


Depois o sujeito saiu, e voltamos a nossa conversa.
Isso realmente existe, mas eu logo me lembrei de uma celebre frase que um professor meu havia me dito nos meus tempos de escola: "Tudo que vem fácil, vai fácil".


Por isso e outras tantas coisas, quero marcar minha vida como algo realmente digo, pois, graças a Deus, tenho meus quase 21 anos, e ainda não perdi o encanto dos meus sonhos e a vontade de realiza-los através do meu esforço. Muitos da minha idade (até mesmo que já conviveram ou convivem comigo)perderam o encanto das coisas, e vão pela boiada, sem vontade, sem ânimo, e somente voltado para o momento. Eu posso não ir a muitas festas, baladas, ou ter milhares de fotos de milhares de "amigos" no facebook, mas estou tentando de alguma forma, fugir do lance da boiada, pra realmente ser feliz, e pra que daqui a alguns anos, eu me orgulhe de ser um grande homem.

quarta-feira, 9 de maio de 2012

Nessa vida eu aprendi



Eu aprendi
A ser melhor
A amar mais
A falar de menos
E observar mais

Também adquiri
A sensibilidade
A vontade
E a força
Pra eu ser melhor na vida.


segunda-feira, 30 de abril de 2012

Ainda...



Você ainda faz parte
Não saiu de mim
Depois de todo esse tempo longe.

Queria poder te esquecer
Mas não dá
Você é muito mais forte em mim.

Queria ter tudo outra vez com você
Pra fazer melhor
Tudo o que não fiz
Só por tua felicidade
Pelo meu amor 
Que ainda tenho por você.

quarta-feira, 25 de abril de 2012

Pela 10ª vez!

Cristiano Ronaldo depois do pênalti desperdiçado (Foto: Getty Images)


Há 10 temporadas, tento ver uma coisa que já se tornou impossível, (e quase uma praga rogada em nós): o décimo titulo da champions do Rela Madrid. Desde 2002 quando o Real Madrid conquistou seu nono titulo, nada de vir o décimo, que traria uma moral ao clube que amo. Então, depois de ver 120 minutos de bola rolando, e mais três pênaltis desperdiçados (sendo que um chutado na lua por Sergio Ramos), vejo que o único jogo que achei que seria equilibrado (e o Real sair vivo dessa), foi mais uma decepção, depois de tantas durante os anos que passaram. Equipes foram montadas, super estrelas contratadas, para realmente termos a décima taça, mas titulo de champions que é bom nada. Espero de coração, que isso se torne uma lição de verdade, e que ela venha as cabeças mais nervosas do clube como um amadurecimento definitivo rumo ao décimo titulo. Não estou afim de ver outra decepção em 2013!

Sim, somos seres humanos.

Fabregas(a esquerda), Messi (ao centro) e Sergio (a Direita) Foto: Getty Images


Ontem, após ver o jogo Barcelona 2x2 Chelsea, vi uma coisa bem simples, que pouco vemos.
Messi perdeu um pênalti que foi crucial para o cenário de fundo de um jogo que estava a pró para o time azul -grená. Ele ainda tentou algumas jogadas, mas tudo sem muito sucesso. Disso tudo, todos (uma plena maioria pra ser preciso) disse: "O Messi não jogou nada". Mas como toda boa pessoa que é (e ela realmente é, pois sua humildade e talento o definem por si só), ele também tem um lado humano. Não devemos jamais esquecer que, como todo ser errante, também falhamos, seja em horas média, ou grandiosa (com foi a do jogo). A vida sempre é assim: tão cruel e fascinante. 

sábado, 14 de abril de 2012

Tempos de aprender e fazer.



Durante todo esse tempo que passei sem postar aqui (tanto que nem sei ao certo quando foi a ultima vez que postei) aprendi, vivi e convivi com diversas coisas que consegui absorver um pouco pra minha vida (mesmo as coisas ruins, pois - é uma pena - temos de nos adaptar a essas pessoas que fazer do nosso mundo um lugar assim, pouco interessante). Algumas dessas experiencias, abriram caminhos e começaram a me iluminar par caminhos que nunca antes pensei. As coisas velhas tive de descartar. As novas, e as necessárias, repor nos seus devidos lugares. Parece estranho, meio confuso, mas é disso que estou querendo fazer agora, pois daqui por diante, nada será como foi. 

quinta-feira, 5 de abril de 2012

18 anos sem Kurt



18 anos anos passaram rápido
Tenho 20 e não vi sua morte
Mas do que falam os vividos daquela época
Foi tudo muito impactante para o mundo do Rock
E principalmente para o Grunge.
Mas ele será eterno
Pelo que fez e pelo que deixou para o rock.
#KurtEterno

Total de visualizações de página

Parcerias (ponhas a sua aqui também)





Image and video hosting by TinyPic
" />

Contato

Orkut
Twitter
Facebook
YouTube

My Tumblr

Ocorreu um erro neste gadget