segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Eu e meu carro




Era uma vez, eu e meu carro.

Vivíamos sempre a passear, seguir caminhos, perseguir nossos sonhos em todos os tipos de estradas que passávamos pela vida.

Enfrentávamos buracos, pedras, e outros bichos com coisas esquisitas no caminho.
Existiam placas, caminho, que nos direcionavam a algum lugar. 
Algumas vezes esses caminhos eram ruins. Outros bons. E mais alguns outros, bem duvidosos, que nos deixavam a pensar pra onde realmente iríamos.

Mas apesar das ladeiras muito íngremes, desvios, curvas perigosas, e outros tantos obstáculos, chegamos ao nosso lugar.

Um lugar lindo, mágico, onde nenhum outro ser, a não se Deus, pudesse criar uma perfeição tão significante a nós. Lá, vivemos a vida como ela tem de ser vivida. O tempo passou rápido, e com ele, veio a necessidade de trocar de amigo, mudar de vida, e ir a outros rumos com outras coisas bem maiores do que antes eu pensava.
Foi doloroso partir sem meu velho amigo. 

Foi muito difícil, sei, mas cada lembrança, por onde passamos, sempre ficará no meu coração, o radiador de todas as emoções fortes e sinceras que senti, pois na vida (ao menos na minha) as maquinas, seja elas quais forem, são sim objetos sentimentais, e indestrutíveis a quem ama e aprende com o amado.

Nenhum comentário:

Total de visualizações de página

Parcerias (ponhas a sua aqui também)





Image and video hosting by TinyPic
" />

Contato

Orkut
Twitter
Facebook
YouTube

My Tumblr

Ocorreu um erro neste gadget