quarta-feira, 27 de abril de 2011

37!




Eu odeio seus olhos
Que nunca disseram a verdade
Sempre escondendo de mim
O que não parece ser tão real.

De estúpido, acreditei
E cai nas armadilhas
Das mentiras que você falava
De cada letra que nunca saia correta.

Hoje sei de cada arte manha sua
Que me enganava
Sempre com uma jura de amor
Ou com uma palavra apaixonada.

É uma pena saber que tudo isso foi em vão
Uma bela mentira
Pra quem tanto te amou.

Os teus olhos nunca disseram a verdade
Por que tem medo do que sente
Por que nunca foi amado
Da forma que queria amar.

2 comentários:

Pamela Dal'Alva? disse...

nossa amor. vc ta bem?

Jaci Macedo disse...

Amar dóí, às vezes.

Total de visualizações de página

Parcerias (ponhas a sua aqui também)





Image and video hosting by TinyPic
" />

Contato

Orkut
Twitter
Facebook
YouTube

My Tumblr

Ocorreu um erro neste gadget