sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Ressalvas sobre uma vida (Que é bela)




Foi tão legal e divertido ver tudo aquilo na Tv, quem nem parecia mais uma daqueles jogos de tênis tão chatos que mal vemos (com a cabeça pro lado e pro outro). E outra: num momento, Berlocq e Djokovic fazem graça pra torcida que estava presente no estádio (a cada ponto ou lance de “disputa” de pontos entre os tenistas, havia aplausos animamos na platéia).


Vendo toda essa alegria vivida em uma coisa tão seria (não sei se pra você o tênis seja tão serio assim), posso perceber que a vida realmente e muito mais que existir: é participar ativamente de cada momento que ela nos oferece. A felicidade é uma dessas constantes que devemos viver intensamente.

Momentos assim deveriam existir em abundancia, mas como o ser humano só quer destruir, fica difícil ver coisas boas em uma ótica tão alegre e satisfatória como foi esse jogo.

2 comentários:

Ri disse...

Adorei o seu post... concordo plenamente... isso deveria existir em todo momento... damos valor, muitas vezes, para coisas que não são importantes... deveria olhar a vida com outros olhos...

Bruno Rodrigues disse...

Lá vem o Guilherme comparar a vida com esporte...

Mas é verdade a sociedade tem se voltado muito para o eu esquecemos do nós. Caminhamos nas ruas como um robô não prestamos atenção nos pequenos detalhes, e geralmente esses pequenos detalhes fazem a diferença.

Total de visualizações de página

Parcerias (ponhas a sua aqui também)





Image and video hosting by TinyPic
" />

Contato

Orkut
Twitter
Facebook
YouTube

My Tumblr

Ocorreu um erro neste gadget