quarta-feira, 15 de junho de 2011

Educação: uma boa coisa de ser (re) aprender


Sempre que mexemos com esse termo educação, me lembro de uma serie de coisas deficientes em nosso mundo (não por sermos seres humanos – todos nos erramos, sim, nunca deixaremos de cometer isso – mas por sermos de quando em quando – ou sempre – incapazes de sermos educados em horas certas) que diretamente (de forma até indireta) afeta nossas vidas.

Uma vez estava passando por uma rua com minha família, e vi um senhor altamente alcoolizado, falando um monte de besteira (8 entre 10 bêbados fazem isso, concerteza), e ainda xingou um condutor que havia cometido algo contra esse senhor - ? – alcoolizado. Não sei por que, mas o controle das nossas atitudes também nos influencia na nossa educação (você teria controle - por mais que você se esforçasse - na hora do stress?). Logo atrás, depois de toda a confusão, veio um carro de policia, que fungou a traseira desse condutor, e o ordenou que parasse. Foi bem adequada aquela abordagem.

Nisso, me pergunto: será que precisamos de pressões internas ou externas (seja qual for) para que ao menos façamos uma “boa impressão” de que possamos ser educados?

Outro pequeno exemplo é a internet (isso caro amigo, você não esta louco ao ver isso). Mas por que a internet? Lhe digo por que: podemos (ou melhor estamos) sendo vigiados 24 horas por governos ou entidades privadas que estão de olho (gordo) em nossos dados (tome cuidado você também). E pra comprovar um pouco, deixo um vídeo que vi na Mtv Brasil sobre isso (muito interessante, vale a pena ver).




Isso também pode ser considerado uma falta de educação. Onde esta o direito Universal a privacidade, que tanto diziam, e que o sites de relacionamento prometem tanto? (tenho medo de que descubram que postei fotos com mulheres semi nuas em minha cama no meu aniversário de 20 anos- ops, desculpa!).

De tanta má educação que vejo, também olho para mim e digo: preciso me reeducar. Estou ficando preguiçoso, dormindo pouco e comendo mal. É preciso se reeducar meu povo, ou eu papoco (morro) fácil.

Que constrangimento!

3 comentários:

Varda disse...

Oi..
Eu sou a Rayssa do VardaValar.
Não tenho postado pois estou me dedicando a um blog de fotografia.
Portanto vou desativar o Varda,mas vc pode me encontrar no http://www.anarayfotografia.blogspot.com/ .
Te vejo por lá.
;*

Pamela Dal'Alva.? disse...

é. fzer o que.
esse tema é meio polemico para mim.
pois tem tantas restriçoes diferenciando as escolas publicas das particulares, o modo de tudo que inclui uma escola.
enfim. é isso ai

te indiquei para essa tag fotografica.
http://historiasdepamela.blogspot.com/2011/06/coisas-que-eu-amo.html

Transitório disse...

A educação do Brasil é uma tragédia. Se não mudar, não sei o que será de nós.

Beijos!

Total de visualizações de página

Parcerias (ponhas a sua aqui também)





Image and video hosting by TinyPic
" />

Contato

Orkut
Twitter
Facebook
YouTube

My Tumblr

Ocorreu um erro neste gadget